Todos os posts sobre Séries

postando em 5 de agosto de 2017

Oi gente, como estão? Espero que bem. É sábado? É sim. Tem post? Claro. Estamos em agosto e se você está visitando o blog pela primeira vez teremos post todos os dias esse mês. Então fiquem atentos pois irei trazer dicas de séries e filmes durante todo o BEDA. A bastante tempo indiquei 5 séries para assistir no Netflix e como é o post mais acessado do blog decidi então fazer a parte II. Espero que gostem.

Algumas pessoas não sabem mas o Netflix está sempre mudando seu catálogo o que nos permite ter esperança que as séries que mais gostamos entrem nessa lista. Uma que estava esperando a bastante tempo para assistir todos os episódios novamente é a queridinha The O.C. Creio que todas as pessoas já ouviram falar ou assistiram pelo menos um episódio ou ainda cantaram junto a música Califórnia… Califórnia… here we come… haha aposto que você lembrou né 🙂

Netflix

Algo que percebi nas séries mais recentes é que possuem temporadas menores e já são canceladas devido não ter audiência, pelo enredo não agradar ou ainda pela crítica negativa. Há muitas que ficaram apenas na primeira temporada, outras ainda canceladas sem apresentar um “desfecho” para a história, é o caso da série Lie to me.

Me desculpem os adolescentes mas sou defensora da velha guarda e grande parte das minhas séries preferidas são antigas entre elas CSI Las Vegas (com 15 temporadas) último episódio em 2015, Law and order SVU (com 18 temporadas) sendo exibida atualmente pelo Universal Channel, Cold Case (7 temporadas) último episódio em 2010 – série com a melhor trilha sonora que já ouvi, Without a Trace (com 7 temporadas), último episódio em 2009. Lembrando que a atriz Poppy Montgomery está atualmente na série Unforgettable.

Revenge

Netflix

Depois de The O.C essa foi uma das séries que virou vício aqui em casa. Pra quem nunca assistiu o enredo conta a história de Amanda Clarke. Quando era criança seu pai foi injustamente acusado e assassinado por uma família poderosa dos Hamptons. Quando adulta ela decide voltar com o nome de Emily Thorne para vingar seu pai. Assim como em Quântico a série traz flasbacks e exige atenção para não se perder na história. Essa é uma daquelas séries que vale a pena assistir novamente 🙂

Downton Abbey

Netflix

Essa é uma das séries que comecei assistir no canal Globosat. Logo no início não fazia ideia qual era o enredo. Porém o figurino me chamou muito atenção. Quem curte Game of thrones irá me entender. Além é claro do sotaque britânico. Já perceberam o quanto a Europa é rica em construções históricas e castelos? Esse foi outro motivo pelo qual comecei assistir. É uma série de época ambientada numa propriedade em Yorkshire chamada Downton Abbey, a história se desenvolve a partir de 1912. O elenco conta Michelle Dockery no papel de Lady Mary Crawley. Pra quem não lembra da atriz ela é protagonista em Good behavior que está sendo exibida pelo canal TNT séries.

Under the dome

Netflix

Comecei Under the dome no terceiro episódio se não me engano porém fiquei tão curiosa que fui atrás dos episódios anteriores. Meu namorado assim como eu curte bastante séries diferentes e que tenham um enredo que sai do óbvio. Num único final de semana assistimos as duas primeiras temporadas. Quem já viu sabe o quanto ela prende a atenção. Porém quando iniciamos a 3ª temporada ficamos um pouco frustrados pois descobrimos que a série foi cancelada pela baixa audiência 🙁 Assim como Lie to me terminou sem um “final”. A série traz no elenco a atriz Marg Helgenberger (Catherine Willows de CSI Las Vegas), o ator Eddie Cachill (que fez participações especiais em CSI NY, Dowson’s Creek, Law and order SVU e Friends), e a atriz Britt Robertson que participou recentemente do filme O espaço entre nós que está sendo tão comentado pela crítica.

The Fall

Netflix

Essa é uma daquelas séries que sempre indico quando alguém me diz que está buscando algo diferente. Assim como Under the dome, The fall tem apenas 3 temporadas e foi transmitida pelo canal Globosat. Porém fiquei muito feliz quando vi disponível no catálogo do Netflix. A série irlandesa conta a história de Paul Spector um serial killer de mulheres. Ele a princípio é apenas um psicólogo porém de noite sai em busca de suas vítimas. A série é interessante pelo sotaque diferente dos atores, pela fotografia, por ser na Irlanda e claro pela participação da atriz Gillian Anderson (Arquivo X). Quem interpreta Paul Spector é ninguém menos que Jamie Dornan (50 tons de cinza) lembrou dele agora? 🙂

Quântico

Netflix

Essa é uma das melhores séries que vi desde muito tempo. Não sei como explicar pra vocês mas conforme conheço séries novas crio uma classificação de acordo com enredo, personagens, locações onde foram gravadas, e até participação especiais de atores. A série é inteligente, é nos EUA, tem FBI, tem ataque terrorista, quer mais? Junte tudo isso e acuse a inocente Alex Parrish aluna da Academia do FBI em Quântico. Ela precisa correr contra o tempo para provar sua inocência. O interessante da série é que mostra a vida de cada um dos alunos antes de entrar na Academia e o motivo pelo qual escolheram Quântico. Tudo isso em forma de flashbacks. Então precisa de bastante atenção para não se perder nos episódios.

Bom gente, essas foram as indicações de hoje. Já conheciam ou assistiram alguma delas? Concordam que são ótimas ou indicam outras? Ah, leia também a parte I das séries para assistir no Netflix. Deixe seu comentário 😉

Até amanhã pessoal, 
Érika

Acompanhe também nas redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

Érika Monteiro
Post escrito por Érika Monteiro

Estudante de Administração, fotógrafa nas horas vagas. Tem como hobby assistir séries, filmes, ir ao cinema e ouvir música sertaneja. Tem um amor incondicional por flores.
postando em 4 de agosto de 2017

Oi gente, tudo bem? Estão curtindo o BEDA? Espero que sim 🙂 Quem me acompanha aqui no blog ou pela fan page sabe que assisto Suits desde a primeira temporada. Apesar de muitas mulheres suspirarem por Harvey Specter a série é destaque mesmo pelo time de mulheres fortes que fazem parte do elenco entre elas Donna Paulsen. A atriz Sarah Rafferty é dona do cabelo ruivo mais lindo da TV, até senti vontade de ser ruiva depois da série haha.

Diferente da 6ª temporada que foi um tanto morna em relação as anteriores a 7ª chegou trazendo à tona diversos assuntos que merecem destaque. Pra quem nunca assistiu a série mostra o dia a dia de um escritório de advocacia em Nova York. Entre os personagens se destacam Harvey Specter, Mike Ross, Donna Paulsen, Jessica Pearson, Louis Litt e Rachel Zane.

No início da série era evidente a personalidade forte da Jéssica talvez por ela ser a advogada mais antiga do escritório e por ter contribuído para o desenvolvimento do Harvey como advogado. Porém no decorrer da série outras personagens foram ganhando espaço e dando um pouco mais de tempero à trama.

Donna Paulsen

Quem nunca viu nenhum meme pelo facebook ou internet elogiando as habilidades da Donna? Ela é secretária executiva/faz tudo do escritório Pearson Specter Litt um dos maiores de Nova York. E porque é importante falar da Donna? Simplesmente porque ela é incrível e apesar de ser um personagem traz muitas lições de empoderamento. Quer saber quais? É só continuar acompanhando o post.

Saiba o que quer da vida

Muitas pessoas costumam deixar a decisão de suas vidas nas mãos dos outros. Sempre usam aquela velha desculpa “quando eu passar no vestibular”, “quando tiver um namorado”, “quando sair de casa”, e isso vai se arrastando pela vida. Até que chega um momento em que olham pra trás e percebem que não realizaram nada ou quase nada. A vida é sua você precisa definir o que quer fazer com ela, quais são seus sonhos, suas metas, levantar da cadeira e começar a agir. Donna não deixa as decisões pra depois ou que os outros decidam por ela. Já pensou o que você realmente quer da sua vida?

Entregue mais do que pedem

Algo que chama a atenção desde o começo é que ela sempre faz além. Não importa quem peça sua atitude é sempre entregar o melhor resultado. Porque? Porque ela se preocupa com a qualidade do que faz. Entregar mais do que pedem faz com que as pessoas tenham confiança, faz com que sempre que alguém precisar saiba com quem poderá contar. Seja na vida pessoal ou profissional é preciso sempre dar o melhor de nós.

Ninguém pode te diminuir

Mesmo que seja “apenas” uma secretária executiva Donna não se sente menos que os advogados que são formados e atuam na área. Ela tem talento, tem capacidade, sabe que pode ir além, sabe ainda que pode realizar atividades que outros não conseguem. Somente nós mesmos temos o direito de nos sentir merecedores ou não de algo. Mesmo que estejamos numa empresa, ou mesmo com a família ou amigos e alguém tente nos diminuir devemos erguer a cabeça e confiar em quem somos.

Acredite em você mesma

Sempre ouço a seguinte pergunta “se você não acreditar quem vai”? Muitas vezes queremos tirar nossos planos do papel, dar o primeiro passo para realizar nossos sonhos, mas sempre voltamos atrás e sentimos um frio na barriga. Por que será? Porque não acreditamos em nós mesmos. Preferimos sempre dar atenção às pessoas que tentam nos diminuir, nos desacreditar e ainda dizer que não somos capazes. Acredite em você mesma! A força para conseguir o que queremos está dentro de nós.

Defenda suas ideias

Por último mas não menos importante defenda suas ideias. Já imaginou se todas as pessoas gostassem apenas do azul? Sou torcedora do São Paulo, meu namorado do Grêmio e minha mãe Flamengo. Imagina quando tem campeonato brasileiro cada um torce para o seu próprio time haha Mas isso é sadio, isso faz bem, isso mostra maturidade. Você pode concordar ou discordar de algo mas precisa ser firme nas suas ideias.

Muitas pessoas assistem séries apenas por assistir como entretenimento. Mas acredito que é interessante quando podemos vê-las com outro olhar e trazer discussões sadias para a nossa realidade. Cada vez mais a mulher está ganhando espaço na sociedade não somente na área profissional mas no cinema, na moda, na mídia de forma geral.

Temos que lutar por esse espaço, para defender nossas ideias, para mostrar ao mundo a que viemos. Já pensou um instante pelo que você quer ser conhecida? Já pensou qual marca você quer deixar no mundo? Esse questionamento é bem interessante. Espero que tenham curtido o post de hoje. Lembre-se de compartilhar sua experiência nos comentários.

Quem quiser assistir as primeiras temporadas de Suits elas estão disponíveis lá no Netflix. Vale a pena dar uma chance e conhecer Donna Paulsen 🙂

Até amanhã pessoal, 
Érika

Acompanhe também nas redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

Érika Monteiro
Post escrito por Érika Monteiro

Estudante de Administração, fotógrafa nas horas vagas. Tem como hobby assistir séries, filmes, ir ao cinema e ouvir música sertaneja. Tem um amor incondicional por flores.
postando em 3 de agosto de 2017

Oi gente, tudo bem? Estão curtindo os posts bem legais do BEDA? Espero que sim pois estou preparando tudo com muito carinho pra vocês. Quem aí já assistiu a série How i met your mother levanta a mão o/ É bem divertida mas para a tristeza de alguns já terminou. Mas lembre-se está disponível lá no Netflix. Quem era fã da Robin Scherbatsky (Cobie Smulders) tem um motivo para ficar feliz ela está de volta na série Friends of College.

Já imaginou reencontrar seus colegas do colégio 10, 15 anos depois? Já parou pra pensar o quanto a vida de todos mudou ou já se perguntou o que aconteceu com aquela menina que as vezes te pedia cola na prova de matemática? Ou aquele garoto bonitinho que você nunca teve coragem de se aproximar? Ou ainda aquelas meninas populares que todos queriam ser amigos delas? Já imaginou como eles estão hoje?

Friends of College

Primeira temporada curta

Pois é, a série Friends of College traz como plano de fundo o encontro de 5 amigos em Nova York após muitos anos sem se ver (pelo menos em tese #nospoliers haha). Pra quem curte séries pequenas e rápidas é uma excelente opção. A primeira temporada conta com apenas 8 episódios assisti todos num único sábado. Quando percebi já era o último. Confesso que fiquei meio perdida de já ter terminado e não ter continuação por enquanto.

Conflitos internos

Um ponto que merece destaque são os conflitos internos que todo ser humano passa em algum momento da vida. Será que tomamos as decisões certas, será que estamos onde queríamos estar? Se pudéssemos voltar ao passado escolheríamos as mesmas coisas? Porque grande parte das pessoas pensa no passado com certa tristeza e deseja tanto “consertar seus erros”? Deseja tanto ter feito escolhas diferentes? Porque é difícil encontrar pessoas que estejam realmente felizes vivendo o presente? Você alguma vez pensou em voltar ao passado? Ou mesmo quis estar vivendo em outro lugar ou ter outra vida?

Ela traz reflexões

A série nos traz algumas reflexões uma delas é “porque nos preocupamos tanto com que os outros irão pensar de nós”? Porque temos a necessidade de mostrar que estamos bem, vencemos na vida ou ainda que somos profissionais de sucesso pra pessoas que nem fazem mais parte do nosso círculo social? Porque é tão importante mostrar que mudamos e somos maduros? Me fez pensar também porque perdemos tempo em agradar pessoas enquanto deveríamos estar preocupados mesmo é com nossa felicidade? Já parou pra pensar nisso?

Cobie Smulders

Quem assistiu todas as temporadas de How i met your mother e queria matar saudades da Robin agora é possível. Friends of College traz Cobie Smulders no elenco porém com uma atuação um tanto quanto fraca se comparada com o papel dela na série anterior. A Robin era bem espontânea, alegre, e tinha umas falas bem legais, um tanto diferente da personagem Lisa Turner. Creio que sua personalidade irá se desenvolver ao longo da série (se houver continuação). Somente assistindo para ter uma opinião melhor.

Li críticas sobre a série e algumas comentam que o enredo é bem fraco e deveria ser mais explorado. Realmente a primeira temporada foca apenas num único acontecimento (#nospoilers) o que torna a história sem graça em alguns momentos. Outro ponto importante levantado é o humor machista porém acredito que esse é um tópico bem extenso e merece um post especial, o que acham?

Bom gente, essa foi a indicação de hoje. Alguém aí já assistiu essa série? Concordam com os motivos que mostrei? E você já encontrou com amigos do colégio e pensou que poderia estar diferente? Já quis voltar ao passado e tomar outras decisões? Conte sua experiência nos comentários 😉

Até amanhã, 
Érika

Acompanhe também nas redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

Érika Monteiro
Post escrito por Érika Monteiro

Estudante de Administração, fotógrafa nas horas vagas. Tem como hobby assistir séries, filmes, ir ao cinema e ouvir música sertaneja. Tem um amor incondicional por flores.
postando em 23 de junho de 2017

Oi gente, tudo bem? O inverno já chegou aqui em Santa Catarina, hoje caiu uma garoa o dia inteiro e para dormir à noite estamos usando três cobertas, haja frio né. Sempre penso na Luh em dias frios assim. E na cidade de vocês como está? Para combinar com esse clima nada melhor que uma série bem legal concordam? A dica de hoje é a série espanhola Sin Identidad exibida entre 2014 e 2015.

A série conta com duas temporadas a primeira tem 9 episódios e a segunda 14. A duração de cada um é 1:15min, um pouco maior que as séries americanas. O que prende nossa atenção semelhante uma novela. Mesmo a série sendo extensa consegui assisti-la em apenas duas semanas, e garanto é muito boa! Mas isso vocês vão descobrir ao longo desse post pois vou mostrar 5 motivos para assistir.

Sin Identidad

O enredo

A série conta a história de Maria Fuentes. Ela é filha de um casal importante que mora em Madri (Espanha). Tudo tem início quando ela vai fazer exames de rotina e descobre que é adotada. Então começa investigar quem são seus pais biológicos. Seu pai lhe conta que foi adotada num orfanato de freiras, partindo daí ela busca os documentos de adoção. O que Maria não sabe é que são falsos. Durante sua investigação sofre uma batida de carro e conhece o advogado Juan. Para encontrar seus pais conta com ajuda do técnico em informática Pablo (uma das melhores pessoas da série acreditem). A série gira em torno da persistência de Maria em descobrir quem são seus pais, o que envolve muito mistério, algumas mortes, lições de vida, e claro uma linda história de amor. Detalhe para a data em que ela retorna para Madrid e começa pôr seu plano em prática 09/09 (meu aniversário) ♥ 

Até onde você iria para descobrir a verdade sobre seu passado e se vingar das pessoas que lhe fizeram mal? Esse é o dilema de Maria Fuentes/Mercedes Dantés.

Sin Identidad

Os personagens

Pra quem curte séries europeias Sin Identidad conta com um elenco bem peculiar.

Maria Fuentes é a atriz principal, no decorrer da série ela contracena com todos os outros personagens, o que é difícil em algumas séries. Ela chama atenção por sua beleza, inteligência, determinação, foco e sangue frio em alguns momentos, porém tem um grande coração e sabe ser bondosa quando necessário. Se compararmos o primeiro episódio com o último percebemos o quanto a personagem evoluiu durante a série. É possível perceber também o quanto ela amadureceu, se tornou forte, determinada e muito esperta. Algumas cenas nos faz lembrar Jason Bourne.

Pablo como disse ali em cima é o personagem que mais gosto. Se você curte tecnologia, equipamentos com mil e uma funcionalidades, sabe aqueles acessórios usados pelo 007? Pois é, Pablo conhece todos eles haha Impossível assistir a série e não se apaixonar por ele. O ator que faz esse personagem é Javier Alarcón também atuou na série espanhola Gran Hotel (2011-2013).

Amparo é aquela irmã que ninguém gostaria de ter. Sério! Cada pessoa tem sua própria opinião, mas acredito que irão concordar comigo. No decorrer da série percebemos suas intenções em vários momentos, algumas até tenham justificativa outras não, depende do ponto de vista de cada espectador. O fato é que ela tem uma personalidade muito forte.

Enrique Vergel é aquele personagem que se você encontrasse na rua com certeza brigaria com ele. Ele é uma peça importante na história e mesmo não gostando das maldades dele o enredo não seria o mesmo se fosse interpretado por outro ator. A atuação dele é simplesmente incrível.

Há outros personagens importantes como Bruno (primo de Maria), Juan (namorado de Maria), Luísa Vergel (mãe adotiva de Maria) e Curro. Vou deixá-los assistir a série e descobrir como é cada um deles.

Sin Identidad

Trilha sonora

Diferente de outras séries que tem música em cada episódio Sin Identidad trabalha mais com sons que mostram cenas de suspense, aventura, tristeza, etc. Porém no último episódio o produtor nos presenteia com três lindas canções: Lejos de ti, Quiero ver e La vida pasa. São tão lindas que sentimos vontade de ouvi-las sem parar. De acordo com minhas pesquisas as músicas foram gravadas exclusivamente para a série e quem as interpreta não são cantores profissionais.

Obs: foi bem difícil encontrar as músicas, por isso já salvei e vou compartilhar aqui no post, vocês merecem. Ouça aqui 

Sin Identidad

A fotografia

Apesar de grande parte da série se passar em Madrid, há cenas no México, Rússia, algumas na China e também mostra algumas cidades nos arredores de Madrid. As imagens são um misto de série americana com The fall (quem já assistiu vai compreender). Tem cenas de praia, dias nublados, lindas estradas, pôr do sol, várias estações ao longo da série. Para os amantes de fotografia assim como eu saibam que em alguns episódios Maria se arrisca como fotógrafa usando uma Nikon nas suas aventuras (sem spoilers haha).

Sin Identidad

O idioma

Por último mas não menos importante o idioma. Como disse lá em cima a série é espanhola, então assisti toda em espanhol e foi uma das melhores experiências, alguns episódios arrisquei até tirar a legenda. Conforme a cena eles falam mais rápido então recorri à legenda, mas é tranquilo. Aqui no litoral de SC vem muitos turistas da Argentina, mas percebi que o sotaque dos espanhóis é bem diferente. Quem curte aprender um novo idioma é uma excelente oportunidade.

Sin Identidad

É quase impossível traduzir em palavras o quanto fiquei surpresa com a qualidade da série. Cada final de episódio deixa algumas iscas que alimentam sua curiosidade e o faz querer assistir o próximo. Faz tempo que não assisto uma série tão boa. Se deixar escrevo sobre ela até a próxima semana haha Tudo que escrevi é pouco em vista da minha admiração pelos personagens, pelo enredo, pela trilha, ah e sem contar o final que é surpreendente.

Observações sobre Sin Identidad

1. o tema principal da série é a volta de Maria Fuentes/Mercedes Dantés com nome falso para vingar quem tentou se livrar dela no passado;
2. a linha de tempo corre entre 2011 e 2013 então é preciso prestar bastante atenção para não se perder em meio aos fatos;
3. todos os episódios estão interligados então se perder um a história fica sem sentido;
4. Maria muda de visual diversas vezes então é preciso memorizar a que período corresponde cada um deles;
5. o enredo nos lembra um pouco Revenge, então se curtiu a série com certeza vai gostar de acompanhar Sin Identidad;
6. apesar do assunto principal ser vingança pelo mal que sofreu a série traz uma mensagem muito bonita;
7. em alguns momentos é possível prever o final no entanto somos surpreendidos em como a história se desenrola;
8. teoricamente a série não termina pois deixa brechas para diversas interpretações, o que na minha opinião foi muito inteligente.

Sin Identidad

Se você está em busca de uma história diferente, com cenários incríveis, e que fuja dos clichês americanos, já encontrou: Sin Identidad. Se fosse possível dar nota 11 com certeza seria minha avaliação. Ah, já ia esquecendo a série estava sendo exibida pelo Globosat nos horários 16:30 e 0:30 de segunda a sexta, agora está disponível somente no site do canal.

Tentei buscar pela internet para assistir on line porém não encontrei uma pena 🙁 Ela esteve disponível no Netflix Espanha porém já saiu da grade. Se alguém souber um site para assistir deixe nos comentários. Espero de coração que vocês tenham gostado da indicação de hoje a série realmente vale a pena. As produções europeias se destacam pela qualidade.

Quem já conhece ou assistiu a série? Comenta o que achou 😉 Para ver mais indicações é só acessar a categoria Séries.

Um abraço
Érika

Acompanhe também nas redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

Érika Monteiro
Post escrito por Érika Monteiro

Estudante de Administração, fotógrafa nas horas vagas. Tem como hobby assistir séries, filmes, ir ao cinema e ouvir música sertaneja. Tem um amor incondicional por flores.
postando em 11 de agosto de 2016

Oi gente, tudo bem com vocês? Vou demorar um pouquinho pra colocar o BEDA em dia pois estive doente na última semana, mas nada como boa vontade para deixar tudo em ordem concordam?

Vocês sabem que sou a viciada em séries e sempre que posso começo a assistir uma diferente. Na semana passada vi o Canal AXN divulgando a nova temporada da série Unforgettable (Inesquecível), até então nunca tinha ouvido falar dela mas fiquei bem curiosa. Como gosto de assistir desde o primeiro episódio fui procurar no Netflix (não tinha) e no Popcorn (as legendas são bem fraquinhas), como não consegui assistir fui buscar pela internet uhulll achei todas as temporadas \o/

Pra assistir Unforgettable

O que você faria se tivesse um super poder? E se ele te permitisse voltar a qualquer momento da sua vida? Mais ainda, se todas as lembranças ficassem lá guardadas em sua memória para serem consultadas a qualquer hora? Essa é a vida de Carrie Wells. Quando tinha 8 anos sua irmã morreu misteriosamente enquanto passeavam pelo bosque próximo à sua casa. Ao chegar em casa do enterro descobre que sua mãe se desfez de todos os pertences de Rachel (sua irmã), então ela começa exercitar sua mente para lembrar como era o antigo quarto e também tudo o que Rachel gostava e usava. A partir de então ela nunca mais esquece nada.

Já adulta ela é detetive da polícia de Syracuse, sua busca em descobrir quem matou sua irmã continua, mas sempre que acha uma pista não leva a lugar nenhum. Essa obsessão faz com se afaste da polícia. Ela então dedica sua vida a visitar sua mãe numa casa de repouso (mesmo sem ela lembrar que Carrie é sua filha). Um dia durante a madrugada ela ouve barulho no corredor do prédio onde mora, sai para ver o que aconteceu e descobre que sua vizinha morreu, ao ligar para a polícia a equipe que é designada para desvendar o caso é liderada por Al Burns (seu antigo companheiro de polícia em Syracuse).

Pra assistir Unforgettable

É aí que inicia a primeira temporada, Carrie vai ajudar Al e sua equipe de polícia na cidade de Nova York descobrir quem matou sua vizinha. Ela resiste, no entanto acaba aceitando o convite de Al e está novamente trabalhando como consultora. Paralelo a isso ela utiliza os recursos da polícia para descobrir o que de verdade aconteceu com Rachel.

A série me deixou curiosa já na divulgação, depois que você assiste o primeiro episódio é impossível não ver o segundo, terceiro e a temporada inteira (risos). A primeira temporada tem 22 episódios e já assisti inteira, ontem comecei a segunda. Quem é fã do Patrick Jane (The Mentalist) vai sentir um pouco de nostalgia no sentido de bom humor, super poderes, sair da linha algumas vezes para resolver um caso, química entre os personagens, e claro aquele mistério que ronda todo episódio.

Pra assistir Unforgettable

A série conta com atores conhecidos como Michael Gaston (Gale Bertram – The Mentalist), será que foi coincidência? Dylan Walsh (da série de 2010 Nip/Tuck, além de participações especiais em Revenge, Everwood, e Law & Order SVU). Kevin Rankin (também teve participação especial em The Mentalist, Gracepoint, The Closer, Bones, Breaking Bad e CSI).

Apesar da série ser policial é bem leve, confesso que estou ansiosa pra saber o que aconteceu com Rachel. Desculpem o post imenso mas é que a série é incrível e vale muito a pena assistir 😉 E vocês, já conheciam a série? Quem quiser assistir também e conferir todos os episódios é só acessar esse site! No AXN os episódios inéditos são exibidos toda terça-feira 22:00.

Assista o trailer

Não deixem de acompanhar o blog, vou tentar colocar todos os posts do BEDA em dia 🙂

Ótima semana pra vocês,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

13626531_1060054690716643_4508728657203943681_n

BEDA #11: Uma série pra assistir Unforgettable

Érika Monteiro
Post escrito por Érika Monteiro

Estudante de Administração, fotógrafa nas horas vagas. Tem como hobby assistir séries, filmes, ir ao cinema e ouvir música sertaneja. Tem um amor incondicional por flores.
postando em 5 de agosto de 2016

Oi gente linda, tudo bem? Estamos no quinto dia do BEDA \o/, como está a animação de vocês? Por aqui tudo bem 🙂 Muito animada e ansiosa para liberar muito conteúdo ainda, espero que estejam gostando.

Uma das minhas características mais marcantes é gostar muito de séries, é quase impossível ficar uma semana sem assistir, acho que comecei quando tinha uns 12 anos e não parei mais haha Até o ano passado só havia assistido séries americanas, então esse ano decidi mudar um pouco e me arrisquei em outras categorias, pelo fato de serem feitas em outros países o idioma é diferente, e esse é o tema do post de hoje 5 séries para quem quer treinar um novo idioma, entre eles o francês.

series-idioma

Os melhores contos de Grimm (Alemão)

Essa série é muito linda, ainda mais para quem curte contos de fada, uma boa fotografia, e viajar no tempo. A série é exibida pelo canal Globosat, cada episódio você acompanha uma história diferente, como Branca de neve, A princesa e a ervilha, O gato de botas, As 12 princesas bailarinas, Cinderela, e muitas outras. A série é toda em alemão, quem tem interesse em aprender ou treinar vale muito a pena assistir.

Les revenants (Francês)

Essa série me conquistou desde o primeiro episódio, sério. Ela estreou numa semana, na outra já havia assistido a primeira temporada inteira e metade da segunda. A série conta a história de pessoas que já morreram e que voltam depois de um tempo porém elas não sabem que morreram e tentam viver normalmente. Cada episódio nos deixa ainda mais curiosos para acompanhar e saber o que vai acontecer. Recomendo muito, e pra quem gosta de francês é uma ótima opção. Ela também é transmitida pelo canal Globosat.

The Fall (Inglês Irlanda)

Lembram do ator que fez o filme 50 tons de cinza? Jamie Dornan? Pois é, ele é um dos protagonistas dessa série ao lado da incrível Gillian Anderson (Arquivo X). A série conta a história do serial killer Paul Spector, o qual é casado, tem uma família normal, no entanto sente prazer em matar mulheres durante a noite. A série se passa na Irlanda, então o inglês é bem característico dessa região. Muitas expressões são bem diferentes das usadas pelos EUA. A série está sendo exibida também pelo canal Globosat.

La reina del sur (Espanhol)

Primeiro gostaria de compartilhar com vocês meu amor por espanhol. Já fiz uns quatro cursos e um dos meus sonhos é conhecer Buenos Aires (não não é Nova York me julguem haha). Acredito que devido as novelas mexicanas/venezuelanas (obrigada SBT) isso me influenciou bastante. Esta série conta a história da mexicana Teresa, que após a morte de seu marido tem que fugir de vários bandidos para sobreviver. Muito tempo depois ela consegue se tornar a maior traficante de drogas do sul da Espanha. A série foi transmitida pelo canal TNT (se não me engano) e agora está disponível no Netflix.

Mossad 101 (Hebraico)

Essa é uma das últimas séries que comecei a assistir. Ela conta a história de uma agência de inteligência de Israel (semelhante a CIA dos EUA). No início é bem confusa, então exige um pouco de atenção, ou no meu caso assistir mais de uma vez o mesmo episódio haha A fotografia da série é um pouco estranha, tem vários episódios que se passam à noite, já as imagens são semelhante às series européias, quem já assistiu vai compreender. No momento a série está sendo exibida pelo canal TNT às terças-feira, vale a pena conferir.

Bom pessoal, essas são algumas das séries em outros idiomas que costumo assistir, acredito que toda forma de aprendizado é válida, ainda mais quando se trata de aprender outras línguas, tão importante nos dias de hoje.

Vocês já conheciam alguma dessas séries? Tem alguma para indicar? Espero que tenham gostado dessa seleção.

Beijos,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

13626531_1060054690716643_4508728657203943681_n

Érika Monteiro
Post escrito por Érika Monteiro

Estudante de Administração, fotógrafa nas horas vagas. Tem como hobby assistir séries, filmes, ir ao cinema e ouvir música sertaneja. Tem um amor incondicional por flores.
postando em 19 de julho de 2016

Os anos 80 se tornaram inesquecíveis sob vários aspectos, música, filmes, séries e várias outras tendências. De vez em quando algo surge como “novidade” no entanto é somente uma releitura de alguma coisa inspirada nos anos 80.

Essa década trouxe sucessos como Flashdance, Grease, e muitos outros que ainda hoje são conhecidos e trazem boas recordações pra quem assiste. Outros filmes que também fizeram sucesso nessa época foram Os Goonies, A patrulha B.R.A.T e E.T., eles têm em comum muita aventura, forte laço de amizade, e claro excelente trilha sonora.

Foi pensando em tudo isso que o Netflix trouxe para sua programação a série Stranger Things, que estreou no último dia 15. A série já começa diferente das outras pois sua primeira temporada conta com apenas 8 episódios, semelhante séries feitas na Europa como The Fall e Broadchurch.

A série conta a história de um grupo de quatro amigos, sendo que já no primeiro episódio numa noite após jogar RPG Will desaparece misteriosamente, os episódios seguintes cheios de aventura giram em torno dessa busca. Além da referência aos clássicos dos anos 80, a série ainda conquista pela fotografia (quem gosta de imagem analógica, estilo mais antiga, vai ficar impressionado com o trabalho feito pelo Netflix e pela ambientação da série), o irmão do garoto que sumiu é fotógrafo amador e ele tem uma Pentax (sim, bateu uma invejinha branca haha), a cidade é pequena, então todos se conhecem (sabe aquela amizade que rola em Smalville? é bem semelhante), tanto que todos saem em busca de Will.

Stranger Things

Outra curiosidade sobre a série é a participação da atriz Winona Ryder (mãe de Will), após algum tempo longe das telas ela volta no papel de uma mãe que precisou cuidar de dois filhos adolescentes após se separar do marido. Confesso que em alguns momentos é difícil reconhecê-la, ainda mais se você como eu, lembra dela do filme Os fantasmas se divertem ou então Doce novembro (onde ela atuou com Richard Geere).

A série traz mistérios, ficção científica, aquele ar de experiência com ETs, uma história que te prende desde o início. No primeiro episódio ainda quando Will desaparece, os garotos encontram uma menina no meio da floresta, ela quase não fala, então eles a chamam de 11 (sim, pois ela tem esse número tatuado no braço). Esse é outro mistério que eles terão que resolver.

Stranger Things

Comecei assistir a série no sábado e já vi quatro episódios, gostaria de deixar aqui meu elogio ao Netflix por confiar nos irmãos Duffer (que criaram e produziram a série, assim como Wayward Pines que é exibida pelo canal Fox+). Estou curiosa pelos próximos episódios e para saber os segredos de 11.

Se você como eu gostou da amizade entre Drew Barrymore e o E.T. acredito que também vai curtir acompanhar Stranger Things.

Assista o trailer 

Já conheciam a série? Assistiram algum episódio? Se sim, indicam? Estou ansiosa pela segunda temporada.

Beijos,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

Stranger Things: Netflix cria série inspirada nos anos 80

Érika Monteiro
Post escrito por Érika Monteiro

Estudante de Administração, fotógrafa nas horas vagas. Tem como hobby assistir séries, filmes, ir ao cinema e ouvir música sertaneja. Tem um amor incondicional por flores.