Resenhas

BEDA #13: Resenha É do babado por Evelyn Regly

edobabado

Oi pessoal, tudo bem? Imaginem um casal simpático, extrovertido, carismático, e com brilho nos olhos, imaginaram? Sabe aquela pessoa tão alto astral que você quer ficar do lado dela o tempo todo? Pois é, assim é a Evelyn Regly e o Diego. Semana retrasada houve tarde de autógrafos lá em Curitiba, fiquei sabendo quase no último momento, mesmo assim consegui me organizar para ir (era meu sonho conhecê-la desde o ano passado). Foram distribuídas quase 500 senhas e pensei que não fosse chegar a minha vez, felizmente deu tudo certo \o/ Comprei livro É do babado, li bem rapidinho, e como me pediram aqui está minha resenha/opinião. Confesso que foi um dos dias mais felizes da minha vida, não imaginava que a Evelyn era tão carinhosa, amorosa e simpática com cada pessoa, é uma vaquinha muito linda 🙂

edobabado4

Quando conhecemos alguma celebridade ou pessoa famosa pela internet a primeira reação é imaginar que a vida dela é perfeita, que não tem problemas e que ela é feliz 100% do tempo. Confesso que muitas vezes pensei assim também, quando imaginava a vida da Sandy (amo as músicas dela desde criança), a vida da Selena Gomez (vocês não imaginam o quanto sou fã), até de algumas youtubers como a Evelyn Regly (já comentei aqui no blog que acompanho o trabalho dela faz bastante tempo).

edobabado

No entanto quando conhecemos essas pessoas de verdade descobrimos que elas são “gente como a gente” e muitas vezes passam ou tiveram problemas bem semelhantes aos nossos. Apesar de assistir os vídeos da Evelyn a bastante tempo confesso que sabia pouca coisa sobre a vida dela pois os vídeos que mais vi foram os Babados da vida. Porém quando comprei o livro dela e comecei a ler fiquei impressionada com a trajetória de vida e todas as dificuldades pelas quais ela passou.

Eu não tive muitos namorados (só três na verdade) e por bênção de Deus mesmo que os dois primeiros tenham terminado não tenho muito o que reclamar pois o motivo foi falta de maturidade. Mas quando vemos alguém que conhecemos num relacionamento abusivo, que faz sofrer, que menospreza por ser mulher, que acredita que por ser “sexo frágil” está no relacionamento pra servir, é simplesmente de apertar o coração, ainda mais se essa mulher não tem “coragem” de pegar suas coisas e ir embora de casa, pois muitas vezes não tem emprego, não tem estrutura, ou então tem filhos e se sente obrigada a continuar nessa situação por causa deles.

edobabado2

Conforme conta no livro, a Evelyn viveu um relacionamento assim durante quatro anos, onde não havia companheirismo, amor, compreensão, e o mais importante para que uma relação dê certo: respeito. Ela sofria calada, tinha receio de contar aos pais o que acontecia e não passava pela cabeça abandonar tudo aquilo, pois não saberia o que fazer depois.

A mulher enquanto mulher precisa compreender que é capaz sim de trabalhar fora, ter uma carreira, cuidar dos filhos, da casa, da sua saúde, tudo isso sem depender exclusivamente de ter um homem ao seu lado. Relacionamento sadio é aquele em que ambos sabem viver sozinho, no entanto escolheram alguém para amar e dividir a vida.

edobabado3

Um namoro, um casamento, ou até mesmo uma amizade precisa ser algo benéfico para as duas pessoas, ambas precisam se sentir seguras para compartilhar seus pensamentos, seus medos, seus sonhos, seus planos para o futuro, sem receio que o outro o menospreze por isso.

No decorrer do livro percebemos o quanto ela nos incentiva a melhorar nossa autoestima, a ter segurança em nós mesmas, a lutar pelo que queremos e não esperar que tudo caia do céu como um milagre.

Quem a vê feliz hoje não imagina o quanto ela já sofreu, quantos obstáculos ultrapassou, os sacrifícios que precisou fazer desde que decidiu sair de casa pela primeira vez para se casar (aliás ela só se casou porque queria sair de casa e ser livre).

“Seja mais ligada em você mesma do que nos carinhas por quem você se apaixonou.”

edobabado1

É preciso erguer a cabeça, olhar pra frente e sentir lá no íntimo que somos capazes de chegar onde quisermos, e que o único obstáculo somos nós mesmas, quando pensamos de forma negativa e achamos que nada vai dar certo. Pelo contrário, devemos ter pensamento positivo, escrever num papel onde queremos chegar, o que queremos alcançar e começar a lutar por isso, se não fizermos isso, ninguém fará por nós.

Durante o evento no início do mês quando conversei com a Evelyn ela me disse que sentia insegurança ao lançar seu livro pois não sabia como seria receptividade das pessoas, no entanto no decorrer das páginas, conforme você vai lendo, vai sentindo uma força interior tão grande, que é impossível pensar que o livro poderia não ter sido publicado.

Acredito que muitas mulheres precisam ler pelo menos um capítulo e sentir a coragem necessária para mudar de vida e ser mais feliz, afinal esse é nosso objetivo enquanto pessoas concordam?

“Tenha coragem de se olhar no espelho e ver se a relação que está vivendo é uma mentira ou é algo realmente bom. Pense se esse relacionamento faz mais mal do que bem a você.”

edobabado5

Ela menciona o empoderamento feminino como uma atitude sadia, de forma que as mulheres sintam liberdade em pensar diferente, em tomar as decisões que acham corretas, e não ter receio de sofrer represálias. Acredito que esse é o maior gesto de liberdade, poder ser quem nós quisermos sem ter medo do que outros irão pensar de nós.

Antes de comprar o livro cheguei a pensar “será só mais um livro de youtuber” (afinal virou modinha né), mas me surpreendi, pois ele é infinitamente rico em experiências, em conselhos, muitas vezes parecia que a Evelyn estava do meu lado conversando comigo. O livro é curtinho, consegui ler em três dias, eu já admirava a Evelyn como youtuber, depois de conhecê-la pessoalmente admiro como ser humano e sei que tudo o que ela conseguiu realmente foi por esforço e dedicação.

Não somente a Evelyn, mas o Diego são duas pessoas que vou levar por um bom tempo no meu coração, foi um imenso prazer conhecer vocês pessoalmente e perceber que a simpatia, carisma, e carinho com as pessoas vai além do virtual.

“É absurdo pensar que, em tempos como o que estamos vivendo, com tanta informação, tantos meios para que possamos aprender umas com as outras, ainda assim temos tantas mulheres que ficam encurraladas em situações desesperadoras (digo isso porque já fui dessas). Parece que não existe saída alguma para aquele verdadeiro horror que estamos vivendo.”

Parabéns pelo livro Evelyn Regly!

Gente peço desculpas pelos posts enormes, mas ultimamente tenho estado muito inspirada haha Alguém já leu o livro? Gostou? O que vocês pensam sobre o empoderamento feminino? Deixe seu comentário 🙂

Beijos,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

13626531_1060054690716643_4508728657203943681_n

BEDA #13: Resenha É do babado por Evelyn Regly
Livros

BEDA #12: Editora Rocco nossa mais nova parceira

editora-rocco

Oi gente linda, tudo bem com vocês? Além de séries (que falo bastante) aqui no blog tem fotografia, filmes e também livros, quem não gosta do cheirinho de livro novo hein? Somos parceiros de várias editoras e sempre que uma abre seleção inscrevo o blog. No mês passado a Editora Rocco abriu seleção para novos parceiros, nunca tinha participado, então pensei que nem teria chance, mas para minha surpresa o Quero ser Alice foi escolhido \o/ fiquei tão feliz 

Gostaria de agradecer a equipe Rocco pela confiança em nosso blog, no nosso trabalho e espero que esse ano de parceria traga muitas resenhas, troca de experiências e crescimento para ambas as partes. Esse primeiro post é para dar as boas vindas e mostrar pra vocês alguns dos lançamentos deste mês da Rocco, vamos conferir:

Por um toque de sorte – Carolina Munhoz

c1e7ede1-5c8a-4ba4-82ac-62e8903540fcPorumtoquedesorteokDe Dublin a Paris, Rio de Janeiro e Hollywood, eles estão por toda parte. São os donos das marcas que você usa, comandam os canais de televisão a que você assiste, criam os aplicativos de celular que você baixa.

O que Emily O’Connell não esperava, no entanto, é que estar envolvida nesse legado sobrenatural poderia levá-la para o centro de um esquema perigoso e cruel. E que confiar cegamente em alguém a conduziria ao pior momento de sua vida.

Com raiva e o coração despedaçado, a socialite deixa seu mundo de glamour e embarca em uma busca atrás de um impostor que rouba toques de ouro. Mas Emily vai ser capaz de cumprir a jornada sem se transformar na mesma espécie de monstro que a machucou? Isso ela só vai descobrir no final do arco-íris. Se chegar até lá. Por um toque de sorte é o segundo livro da série Trindade Leprechaun, de Carolina Munhóz, inspirada nas lendas irlandesas e iniciada com Por um toque de ouro.

Meu nome é Amanda – Amanda Guimarães

9c0e7c7c-e1ec-4d44-9181-f2176f3dcb06MeunomeeAmandaokAmanda pode ser a menina da porta ao lado. É bonita, inteligente, articulada e confiante. No entanto, nem sempre foi assim. Quando encarava o espelho, Amanda simplesmente não se identificava com o que via. O motivo não era simples: Amanda foi designada homem ao nascer. Seu corpo dito masculino não se ajustava a sua identidade feminina. Quando criança, a mãe perguntava o que ela mais gostaria: “de ser menina”, dizia. Ao longo de sua juventude, ela buscou ajustar-se ao que para ela era fato: ela não queria ser uma mulher. Ela sempre foi uma.

Meu nome é Amanda, lançamento do selo de entretenimento Fábrica231, é o relato em primeira pessoa de Amanda Guimarães, 27 anos, uma mulher transexual e um fenômeno da internet. Seu canal no youtube Mandy Candy (www.youtube.com/mandyparamaiores) está prestes a alcançar a marca de 300 mil assinaturas. Nela, Mandy fala sobre temas de interesse dos jovens, como namoro, músicas – ela não vive sem uma trilha sonora – e video games – sim, ela é viciada e herdou o gosto da mãe. E claro, fala de sua experiência como mulher transexual, os dilemas e as inadequações, conquistas e alegrias para superar as dificuldades e se tornar quem sempre desejou. Leia +

O livro delas – Várias autoras

ee275ebe-7f4b-4a89-9396-84f7be676da1OlivrodelasokNove talentos da literatura nacional, que conquistaram os corações e mentes de leitores, em um livro de contos inesquecível. Deliciosas vivências cotidianas sobre amor, amizade, experiências familiares felizes e dramáticas, viagens estão presentes nas histórias de O livro delas, assinado por Bianca Carvalho, Carolina Estrella, Chris Melo, Fernanda Belém, Fernanda França, Graciela Mayrink, Leila Rego, Lu Piras e Tammy Luciano. A obra, que sai pelo selo Fábrica231, será lançada no dia 28 de agosto, das 10h às 12h, na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, com a presença das autoras, além da organizadora Renata Frade, mestre em Literatura Brasileira e sócia-fundadora da Punch!. O livro compõe o primeiro projeto multiplataforma de literatura nacional para jovens no país, LitGirlsBr, criado pela empresa.

Cada conto de O livro delas apresenta o que há de mais representativo no estilo de cada escritora. Do sobrenatural ao chick-lit, romance, aventura, drama, denúncia social, agrada desde os leitores jovens adultos aos mais velhos. Leia +

A outra casa – Sophie Hannah

b28d830c-38f5-4ec5-aa5e-0178a5a146f1AoutracasaokApós o sucesso de A vítima perfeita, a Rocco traz ao Brasil o novo romance da autora aclamada internacionalmente por leitores e críticos como a dama do suspense psicológico contemporâneo. Em A outra casa, a inglesa Sophie Hannah reintroduz o casal de detetives que conquistou o público no livro anterior: o circunspecto Simon Waterhouse – aquele “capaz de acreditar no inacreditável” – e a mordaz Charlie Zailer, que desta vez se veem em meio a um sangrento quebra-cabeça, cujas peças centrais são paranoia, cobiça, traição e loucura.

Hannah insere o leitor no meio da ação: “Eu vou ser morta por causa de uma família chamada Gilpatrick”, diz a narradora logo na primeira frase. “Pelo menos eu entendo o porquê, finalmente.” E então recua uma semana, até uma noite em julho na qual Connie Bowskill não consegue dormir. Ela aguarda uma mudança na respiração de Kit para sair da cama sem ser notada. Sua cabeça está em outro lugar, em um endereço longe dali: rua Bentley Grove, número 11. Leia +

O reino da Bela – Anne Rice

e304bad8-4f80-4798-a42b-76d11383ec95OreinodabelaokO conto de fadas A Bela Adormecida ganha mais uma versão adulta pelas mãos de Anne Rice, que assina a obra como A. N. Roquelaure. Em O reino da Bela, a autora volta aos personagens da trilogia erótica Os desejos da Bela Adormecida, A punição da Bela e A libertação da Bela, para mostrar o que aconteceu com a princesa condenada a dormir por cem anos e despertada por um príncipe, de quem se tornou escrava sexual. O universo que mistura dor, prazer e subserviência, presente nos volumes anteriores da saga, está mais vivo do que nunca.

Vinte anos depois dos fatos narrados em A libertação da Bela, que termina com a princesa deixando o reino de Bellavalten ao lado de seu amado príncipe Laurent, os leitores encontram o casal ainda unido, mas um pouco entediado após permitir que o filho Alcuin governasse em seu lugar. Porém, o passado lembrado com carinho por Bela e Laurent pode não estar mais tão distante: a notícia da morte da rainha Eleanor chega com um convite para que os dois ocupem o trono de Bellavalten, desde que assumam o compromisso de manter o regime de servidão sexual que conhecem tão bem. Leia +

De todos o que mais me despertou curiosidade foi “A outra casa” bem estilo do livro que amo ler. E vocês, já conheciam a editora? Já leram algum título da Rocco? Aguardem, em breve trarei resenha pra vocês!

Beijos,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

13626531_1060054690716643_4508728657203943681_n

BEDA #12: Editora Rocco nossa mais nova parceira
Séries

BEDA #11: Uma série pra assistir Unforgettable

unforgettable

Oi gente, tudo bem com vocês? Vou demorar um pouquinho pra colocar o BEDA em dia pois estive doente na última semana, mas nada como boa vontade para deixar tudo em ordem concordam?

Vocês sabem que sou a viciada em séries e sempre que posso começo a assistir uma diferente. Na semana passada vi o Canal AXN divulgando a nova temporada da série Unforgettable (Inesquecível), até então nunca tinha ouvido falar dela mas fiquei bem curiosa. Como gosto de assistir desde o primeiro episódio fui procurar no Netflix (não tinha) e no Popcorn (as legendas são bem fraquinhas), como não consegui assistir fui buscar pela internet uhulll achei todas as temporadas \o/

Pra assistir Unforgettable

O que você faria se tivesse um super poder? E se ele te permitisse voltar a qualquer momento da sua vida? Mais ainda, se todas as lembranças ficassem lá guardadas em sua memória para serem consultadas a qualquer hora? Essa é a vida de Carrie Wells. Quando tinha 8 anos sua irmã morreu misteriosamente enquanto passeavam pelo bosque próximo à sua casa. Ao chegar em casa do enterro descobre que sua mãe se desfez de todos os pertences de Rachel (sua irmã), então ela começa exercitar sua mente para lembrar como era o antigo quarto e também tudo o que Rachel gostava e usava. A partir de então ela nunca mais esquece nada.

Já adulta ela é detetive da polícia de Syracuse, sua busca em descobrir quem matou sua irmã continua, mas sempre que acha uma pista não leva a lugar nenhum. Essa obsessão faz com se afaste da polícia. Ela então dedica sua vida a visitar sua mãe numa casa de repouso (mesmo sem ela lembrar que Carrie é sua filha). Um dia durante a madrugada ela ouve barulho no corredor do prédio onde mora, sai para ver o que aconteceu e descobre que sua vizinha morreu, ao ligar para a polícia a equipe que é designada para desvendar o caso é liderada por Al Burns (seu antigo companheiro de polícia em Syracuse).

Pra assistir Unforgettable

É aí que inicia a primeira temporada, Carrie vai ajudar Al e sua equipe de polícia na cidade de Nova York descobrir quem matou sua vizinha. Ela resiste, no entanto acaba aceitando o convite de Al e está novamente trabalhando como consultora. Paralelo a isso ela utiliza os recursos da polícia para descobrir o que de verdade aconteceu com Rachel.

A série me deixou curiosa já na divulgação, depois que você assiste o primeiro episódio é impossível não ver o segundo, terceiro e a temporada inteira (risos). A primeira temporada tem 22 episódios e já assisti inteira, ontem comecei a segunda. Quem é fã do Patrick Jane (The Mentalist) vai sentir um pouco de nostalgia no sentido de bom humor, super poderes, sair da linha algumas vezes para resolver um caso, química entre os personagens, e claro aquele mistério que ronda todo episódio.

Pra assistir Unforgettable

A série conta com atores conhecidos como Michael Gaston (Gale Bertram – The Mentalist), será que foi coincidência? Dylan Walsh (da série de 2010 Nip/Tuck, além de participações especiais em Revenge, Everwood, e Law & Order SVU). Kevin Rankin (também teve participação especial em The Mentalist, Gracepoint, The Closer, Bones, Breaking Bad e CSI).

Apesar da série ser policial é bem leve, confesso que estou ansiosa pra saber o que aconteceu com Rachel. Desculpem o post imenso mas é que a série é incrível e vale muito a pena assistir 😉 E vocês, já conheciam a série? Quem quiser assistir também e conferir todos os episódios é só acessar esse site! No AXN os episódios inéditos são exibidos toda terça-feira 22:00.

Assista o trailer

Não deixem de acompanhar o blog, vou tentar colocar todos os posts do BEDA em dia 🙂

Ótima semana pra vocês,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

13626531_1060054690716643_4508728657203943681_n

BEDA #11: Uma série pra assistir Unforgettable

Blogosfera

BEDA #10: Gratidão o amor que encontramos na blogosfera

gratidao

Oi pessoal, tudo bem com vocês? Ia deixar esse post para o final do mês, mas sempre vejo tantas pessoas comentando sobre esse assunto nos blogs, no facebook, que decidi antecipá-lo.

Muitas pessoas acreditam que ter blog é ganhar presentes/mimos, participar de inúmeros eventos e que vida de blogueira é puro glamour (se elas soubessem a verdade…).

Você se esforça para aprender a fotografar, pesquisa muito para sempre ter assuntos diferentes e atuais, editar fotos, corrigir erros de português nos posts, ficar até de madrugada deixando tudo em dia e torcer para que as pessoas visitem seu blog e comentem dizendo o que acharam.

Confesso que até pouco tempo atrás minha auto estima com relação ao blog era baixa pois sempre pensava que há blogs melhores que o meu e que ninguém iria parar para me conhecer ou ler o que escrevo.

Por mais que você se esforce parece que nunca está bom o suficiente, vocês também já pensaram assim?

No mês passado a Clarinha do blog DeClara lançou uma Blogagem Coletiva com o tema 10 blogs femininos que amamos, como sou nova no grupo fiquei com receio de ninguém se lembrar do meu blog, para minha surpresa, sim, foi uma grande surpresa, fui indicada por mais da metade das meninas, eu simplesmente fiquei sem palavras, esse foi um dos melhores presentes que poderia ganhar em 2016.

Perceber o quanto as pessoas gostam do seu conteúdo, do jeito que você escreve e indicar seu blog para outras pessoas é um presente sem valor, impossível de calcular.

Esse post é para agradecer cada pessoinha que passa por aqui, lê, vê as fotos, deixa comentários, ou como diz a Mel, é um visitante fantasma, a todos vocês meu MUITO OBRIGADA!

Pra você que está indecisa e pensa em largar o blog só tenho uma coisa a dizer: tenha fé e amor pelo que faz, a recompensa chegará em breve! Confira agora todos os posts nos quais o Quero ser Alice apareceu, obrigada pelo carinho meninas 

Dezoito em ponto | Dragões encaixotados | Purpurina Ácida | Através da linha | Fofa porém birrenta | A enjoada da corte | Projeto elas por elas | Gatita e cia | Sai da minha lente | Cantinho da Vick | Mundo da lua | Mais feminice | Luana blog | Dá um zoom | Sweet Carolinee | Pequeno Mundo de Sarah | Segredos da Cah Lima | Janela de Sorrisos | I’m citadin | A menina da janela

Beijos,
Érika

Me acompanhe também nas outras redes sociais:
Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Flickr ♥ G+

13626531_1060054690716643_4508728657203943681_n

BEDA #10: Gratidão o amor que encontramos na blogosfera